A violência da horda

canudosO próprio Euclides da Cunha (…) não encara as coisas do ponto de vista político, chegando até a condenação de Canudos como fenômeno de horda, com a renascença das hordas que, aliás, é uma linguagem que a nova direita está usando muito hoje, no Brasil. Isso esvazia politicamente as manifestações – se é horda, justifica-se o uso do Napalm. Toda ideologia hoje é vinculada com a guerra direta; sempre esteve, mas hoje mais do que nunca. Glauber Rocha, Entrevista (1980)

Deixe uma resposta